Gaúcho com vestimentos locais sobre um burro e atravessando um pequeno lago. Imagem ilustrativa texto passeios na serra gaúcha Gaúcho com vestimentos locais sobre um burro e atravessando um pequeno lago. Imagem ilustrativa texto passeios na serra gaúcha

Melhores passeios na serra gaúcha: Descubra o seu próximo roteiro

7 minutos para ler

Encontrar os melhores passeios na serra gaúcha não é uma tarefa muito fácil. São diversas opções para quem busca frio, vinho, lareira e uma paisagem inesquecível. 

A região é conhecida em todo o país pela sua tradição no plantio de uvas, que veio graças aos imigrantes.

Ao longo dos anos, as cidades que compõem esta localidade passaram a ser referências, principalmente para quem gosta de saborear um bom vinho ou espumante. 

Pensando nisso, preparamos o texto a seguir com algumas possibilidades para você conhecer a serra gaúcha. Acompanhe a leitura.  

Como achar os melhores passeios na serra gaúcha?

Encontrar os melhores passeios na serra gaúcha é objetivo de todo mundo que busca aproveitar o inverno brasileiro. São diversas possibilidades que permitem a você, ter uma experiência fantástica. 

O principal ponto que torna esse passeio tão especial, é o processo de colonização da região durante o século XIX.

Neste período, diversos imigrantes de diversas nacionalidades, mas principalmente italianos e alemães, começaram a tornar a serra gaúcha o seu novo lar. 

Importante destacar que nessa época, o local era pouco ou quase nada explorado. Assim, mesmo diante das dificuldades iniciais, a grande maioria conseguiu se instalar na região.

Grande parte da economia que sustentava as famílias, vinham dos produtos agropecuários tendo como destaque as uvas. 

Dessa forma, a região passou a ganhar ainda mais destaque no cenário. Atualmente, o grande atrativo é a alta produção de vinhos.

Além disso, ainda há regiões que se destacam pelos cenários românticos, culinária e festas tradicionais como a tradicional Oktoberfest, ou pratos como polenta frita, radiche, capeletti, galeto, etc. 

Conheça o clima da serra gaúcha

Imagem de um carrinho de mão com flores congeladas devido ao frio. Imagem ilustrativa texto passeio na serra gaúcha.

Quando falamos do clima local, se prepare para uma temperatura bem mais amena do que as regiões mais centrais do país.

Afinal, isso acontece não só por causa da zona temperada em que está localizada, mas também pelo tipo de relevo da região, favorecendo uma ambientação mais gelada. 

Porém, embora você tenha que se preparar com roupas de manga comprida, principalmente se for no inverno, encontrar neve na região é o maior sinal de sorte que terá em sua vida.

Em 2020, durante dois dias em agosto, foi possível presenciar o fenômeno. Porém, a última vez que havia algo parecido foi em 2013. 

Durante o verão, a tendência é um clima bem mais agradável para grande parte dos brasileiros. Nada muito quente e possibilitando até alguns ventos frios para refrescar ao longo do dia. De toda forma, bom consultar a previsão do tempo dos próximos dias. 

Quais os 3 melhores passeios na serra gaúcha?

Para você conhecer os melhores passeios na serra gaúcha, separamos alguns locais que fazem jus a fama da região. Cada cidade tem suas belezas e, se for do seu interesse, certamente vale a pena fazer um roteiro visitando algumas delas, principalmente se você for apaixonado por vinhos. 

1. Garibaldi

Pedra principal da cidade de Garibaldi com o nome do município, taça, uva e casarão desenhados. Imagem ilustrativa passeios na serra gaúcha

A cidade de Garibaldi, conhecida como a capital brasileira do espumante, não à toa é o principal atrativo da cidade. Lá é possível que você conheça a Rota dos Espumantes.

Nesse passeio, o turista tem a oportunidade de passar pelas principais vinícolas da região para degustar e comprar a bebida. 

Um dos grandes atrativos do centro da cidade é a Peterlongo, responsável por criar o primeiro espumante do Brasil. Diferente das demais vinícolas, ela oferece um museu muito bem estruturado e até visita guiada. 

Saindo um pouco das vinícolas e olhando o outro lado da cidade, um bom roteiro para recuperar da ressaca é por meio do patrimônio histórico e arquitetônico de Garibaldi.

O passeio pode ser feito via ônibus turístico e preparado para nós. Caso queira algo mais em conta, nada impede de colocar um tênis caprichado e conhecer por conta própria.

A cidade não é grande a ponto de deixar você extremamente cansado ao longo do percurso.

Mas é legal que consiga montar um roteiro para conseguir visitar os principais locais como a Rua Buarque de Macedo, uma das mais antigas do estado e com lojas para quem quer fazer algumas compras. 

2. Farroupilha

Santuário de Nossa Senhora de Caravaggio em dia de peregrinação.

Outro destino que você pode colocar em sua lista na hora de fazer algum passeio pela serra gaúcha, temos Farroupilha. Considerada o berço da colonização italiana no estado, o município permite que o turista possa aproveitar diversas atrações. 

Anteriormente conhecida como Nova Milano, homenagem a Milão — uma das cidades mais populosas da Itália, o local coleciona títulos como capital nacional da malha e do kiwi.

Para comemora-los, existem dois eventos que chamam a atenção e ocorrem nas mesmas datas, em Julho. 

A principal festa é a Fenakiwi, onde todas as empresas e fazendas da região oferecem delícias feitas com a fruta, comidas típicas italianas e outros produtos que utilizam o kiwi em sua composição.

Já a ExpoFarroupilha, apresenta as produções feitas na cidade, como malhas e vinhos. 

Olhando para outras oportunidades, existem parques, catedrais, museus que chamam atenção e o Santuário de Nossa Senhora de Caravaggio, o maior da região Sul do país, todos conseguem contar um pouco da história do local.

Vale destacar que Farroupilha fica na região da uva e do vinho. Assim, também é possível visitar vinícolas. 

3. Caxias do Sul

Fonte rosa ao fundo ao lado da principal catedral da cidade. Em primeiro plano placa escrito Caxias do Sul com um coração no formato de uva.

Caxias do Sul é a segunda maior cidade do Rio Grande do Sul e a principal da serra gaúcha.

Município de origem italiana, a região consegue se misturar com as tradições do povo rio-grandense-do-sul. Importante destacar que caso vá de avião, ela se tornará o melhor destino para entrar na região como um todo. 

O aeroporto da cidade é o principal ponto de ligação com outros estados, com voos diários que partem de São Paulo ou Campinas.

Dessa forma, vale a pena separar alguns dias para desbravar os pontos turísticos de Caxias. São diversos castelos, cachoeiras, museus, grutas, santuários ecológicos, alguns cânions e as tradicionais vinícolas.

Seu trajeto pode começar pelo Vale Trentino, conhecido pela quantidade de parreiras e por preservar os costumes mais antigos de origem italiana.

Ótimo ponto para tomar vinho, suco e apreciar a gastronomia local. Caso queira algo mais animado, é possível chegar a Criúva. Esse local é conhecido como a rota de tropeiros. 

Apesar da distância de 56 km do centro de Caxias, ela oferece diversas opções de lazer e contato com a natureza.

Não importa se você busca esportes radicais ou trilhas com destino a cachoeiras e cânions, você encontra em Criúva. Para quem deseja outras atrações naturais, existem os caminhos da Colônia e do Interior, além da Estrada do Imigrante. 

Fazer uma viagem pela serra gaúcha é o sonho de muitas pessoas que desejam vivenciar um pouco da cultura europeia no Brasil.

Além do clima agradável, principalmente para quem gosta de frio, são diversas atrações e eventos que justificam a fama da região. Sem contar nas belas paisagens que geram ótimas fotos, filmagens e recordações. 

Gostou das dicas sobre os passeios na serra gaúcha? Explore o Wescape e veja o conteúdo “Conheça a rota dos melhores vinhos do Rio Grande do Sul”.

Posts relacionados

Deixe um comentário